» Missão, objetivo e atividades.
» Realizações ABBA
» Diretoria
» Composição
» Eventos ABBA
» Revista Batata Show
» Contato
» Botânica
» Valor Nutricional
» Fitossanidade
» História da Batata
» FAQ - Perguntas e respostas
» Área, produção e produtividade
» Importações de batata semente
» Agroquímicos
» Pesquisa
» Legislações
» Variedades
» Institutos de Pesquisa e Laboratórios
» Preços
» Eventos nacionais
» Área, produção e produtividade
» Organizações
» Pesquisa
» Eventos internacionais
» Galeria de Fotos
» Entretenimento
» Nome x Países
» Piadas de batata
» Mídia da Batata Nacional
» Mídia da Batata Internacional
» ABBA na Mídia
» Anúncios » Currículos



Visite também o Website
Monday, April 24, 2017
Home Missão, objetivo e atividades Composição Revista Batata Show Eventos ABBA Contatos


BATATA MÍDIA | ABBA na Mídia


Pesquisa parada
A falta de integração do segmento e também de incentivos governamentais impede o desenvolvimento de trabalhos de pesquisas na cadeia produtiva da batata e estimula a entrada e o consumo do produto importado.

A situação atual da pesquisa na cadeia brasileira da batata e também de muitas outras cadeias produtivas destinadas ao abastecimento do mercado interno é péssima e a tendência é que vai continuar piorando... Podemos atribuir de forma geral como as causas desta inaceitável situação motivos internos e externos as cadeias produtivas e principalmente a política dos últimos governos do Brasil. Os principais motivos internos estão diretamente relacionados à falta de integração profissional que ocorre muitas vezes dentro do próprio segmento (desunião entre produtores, pesquisadores, técnicos etc.) e entre os segmentos das cadeias produtivas (desunião entre produtores e atacadistas, atacadistas e varejistas etc.). O motivo desta falta de integração é basicamente cultural, ou seja, ao invés de praticar um ganha – ganha sempre, cada lado procura praticar a Lei de Gerson. As conseqüências desta falta de integração impedem a definição e a realização de trabalhos de pesquisas urgentes, sustenta a concorrência entre pesquisadores ao invés de uma sinergia, possibilita a realização de trabalhos que não têm nenhuma utilidade prática, gera oportunidades e incentiva o consumo de batatas importadas ou de outros alimentos etc. Como motivos externos que contribuem para a decadência da pesquisa dos problemas das cadeias produtivas destinadas ao abastecimento do mercado interno destacamos as importações (totalmente desnecessárias) de produtos similares aos produzidos no Brasil. Para que importar alho, batata, cebola, tomate etc? Infelizmente estas cadeias produtivas são tratadas como moedas de troca – eu te dou soja e você me dá alho e brinquedos, eu te dou cebola e você me dá linha branca de eletrodoméstico, eu te dou frango e você me dá batata pré-frita congelada.


As conseqüências desta falta de integração impedem a definição e a realização de trabalhos de pesquisas urgentes, sustenta a concorrência entre pesquisadores ao invés de uma sinergia.


Quanto à colaboração negativa da política do Brasil podemos considerar como marco inicial a abertura das fronteiras comerciais na década de 80. A partir desta data a falta de sensibilidade, remuneração indecente, falta de reconhecimento profissional, falta de renovação de pesquisadores, cortes de verbas e falta de investimentos etc. se tornaram fatores decisivos para praticamente destruir quase todas as principais instituições de pesquisa do país. Considerando que o mundo é de quem faz e que é uma grande ilusão esperar que haja uma reviravolta ou um milagre, sugerimos que as cadeias produtivas destinadas ao abastecimento interno se organizem e priorizem o segmento da pesquisa através da renovação de pesquisadores, realizem pesquisas junto aos consumidores para conhecer suas necessidades, realizem pesquisas para criação de novas variedades, testem opções de novas culturas ou atividades, realizem pesquisas para solução de problemas relacionados à produção etc. No caso específico da cadeia da batata sugerimos pesquisas para a criação de variedades multiuso, nutrição da batata, controlar ou amenizar os problemas causados por sarna comum, sarna prateada, mosca branca , murchadeira, modernizar o sistema de classificação de batata consumo, evitar danos ao meio ambiente, pesquisas para industrialização da batata , pesquisa para aproveitar o descarte da produção; modernizar as legislações etc. Sem pesquisas estamos importando cada vez mais... se importamos não geramos empregos no Brasil... sem emprego não há salário... sem salário não há consumo... sem consumo aumenta a marginalidade...




Natalino Shimoyama, Gerente Geral ABBA
Fonte: Revista Cultivar HF – Outubro / Novembro 2007
http://www.cultivar.inf.br

Enviar por e-mail Topo da página

ABBA | Associação Brasileira da Batata
Rua Euclides de Moraes Rosa, 45 – Jardim Itália, Itapetininga - SP/Brasil
15 3272.4988 | sitebatata@terra.com.br